O que faz um Diretor de Criação?

portrait of handsome young man doing a doubt gesture

No post passado, eu expliquei a Diferença entre Designer e Diretor de Arte. Nessa semana é a vez de entendermos um pouco melhor como funciona o departamento de criação em si.

E vamos fazer isso, olhando para um dos profissionais mais importantes. É hora de falarmos sobre O que faz um Diretor de Criação. Vamos a isso?

Diretor de Criação

O diretor de criação é o profissional responsável por dirigir, gerenciando e orientando, a equipe criativa no processo de criação e produção dos projetos de comunicação dos clientes da agência.

É uma função mais gerencial, onde o foco principal está na liderança da equipe criativa, garantindo as melhores ideias.

Para que o papel do diretor de criação fique mais claro, eu preparei um vídeo onde explico como funciona o departamento de criação em agências de publicidade e o papel desse profissional nesse processo.

Como funciona a criação em agências de publicidade?

As grandes agências de publicidade são compostas, basicamente, por 5 departamentos. Atendimento, Planejamento, Criação, Mídia e Produção.

Sendo o papel do diretor de criação entender a fundo o briefing, escolher a melhor dupla criativa para o projeto e acompanhar todo o processo de criação. É ele, na maioria das vezes, que apresenta as ideias para o cliente.

O que o Diretor de Criação faz?

As responsabilidades do diretor de criação vão de reunião de briefing com clientes, gerenciamento de equipes (selecionando qual projeto irá para qual dupla) e acompanhamento e supervisão do processo de criação dos projetos.

Uma das funções desse profissional é alinhar o planejamento estratégico, do que o cliente deseja, com a criatividade cativante de uma boa ideia. Muitas vezes sendo responsável por apresentar as ideias para os clientes.

É ele quem avalia as ideias criadas pela dupla criativa, orientando o melhor caminho para seguir. Podendo, inclusive, se unir com a dupla e participar da criação em si.

Apesar de ser uma função mais gerencial, o diretor de criação continua criando projetos como criativo. Principalmente se a direção for dividida por dois diretores de criação, que podem atuar como dupla.

Qual é a formação?

Não existe uma formação em direção de criação. O diretor de criação é em base um criativo (diretor de arte ou redator) que após anos exercendo a sua função assumiu um cargo mais gerencial.

Geralmente são criativos que tiveram um bom destaque na carreira, criaram campanhas muito legais e são profissionais admirados. Então, acabam assumindo esse cargo e passam a liderar uma equipe de criação, transmitindo todo seu conhecimento, estimulando a criatividade e garantindo o andamento dos projetos que estão rolando.

Porém, não são todos os profissionais que querem ou se adaptam a essa nova função.

Todo criativo pode ser Diretor de Criação?

A parte prática de criação é essencial para todo diretor de criação. Porém, é necessário ter habilidades de liderança para que consiga gerenciar e estimular os profissionais, conquistando a melhor produtividade e criatividade da equipe.

Só para ter ideia, além de toda a qualidade técnica e criativa, o diretor de criação precisa:

  • Ter espírito de liderança.
  • Trabalhar bem em equipe.
  • Ter muita empatia para identificar necessidades de clientes e colaboradores.
  • Ser dedicado e organizado, para gerenciar diferentes projetos ao mesmo tempo.
  • Saber se comunicar bem.

Não são todos os criativos que conseguem, ou querem, ser bons diretores de criação.

Um dos motivos para isso é que esse profissional passa a ser mais gestor que criativo. Exercendo bem menos a atividade que, muitas vezes, mais gosta que é criar.

Dupla de Diretores de Criação?

Uma modalidade de gestão comum em grandes agências de publicidade é a direção de criação ser divida em dois diretores. Formando assim uma dupla de diretores de criação, um diretor de arte e um redator.

Esse modelo é bom por alguns motivos:

  • A responsabilidade de gerenciar a equipe e os projetos que estão rolando passa a ser mais fácil pois fica dividida em dois profissionais. Quando um estiver mais ocupado o outro pode assumir e resolver o problema que surgir.
  • Duas cabeças pensam melhor do que uma. O fato dos dois profissionais trabalharem juntos faz com que as ideias aprovadas sejam melhores, pois são duas visões diferentes que se complementam.
  • Os dois podem atuar como dupla criativa. Essa é uma grande vantagem, principalmente para os profissionais, que podem assumir alguns projetos e criarem eles mesmo. Fazendo com que eles continuem criando, atividade que mais gostam, e alivia a carga de trabalho da equipe criativa.

Apesar de ser um modelo muito interessante, nem todas as agências têm 2 diretores de criação. E um dos principais motivos para isso é a questão financeira, já que o diretor de criação (por ter bem mais responsabilidades) tem um salário maior.

Como funciona em agências pequenas?

Como eu disse, o salário de um diretor de criação é o mais alto na equipe criativa. Então, não faz sentido para algumas agências pequenas e médias ter um funcionário que assuma a função de diretor de criação.

Esse papel acaba sendo desempenhado pelo sócio criativo.

A maioria das agências de publicidade, por menor que seja, tem pelo menos um criativo (diretor de arte ou redator) como um dos sócios. Profissional que irá assumir a criação da agência, principalmente no começo da sociedade.

Esse profissional acaba se tornando o diretor de criação, e liderando a equipe da agência, conforme a equipe vai crescendo. O papel acaba sendo o mesmo de um diretor de criação contratado, com a diferença de que o sócio criativo também tem funções e interesses administrativos com a agência.

Diretor de Criação, um bom Mentor

O diretor de criação é um profissional com muita experiência. Provavelmente, o profissional com mais experiência na agência.

E você pode aproveitar isso!

O diretor de criação é a pessoa ideal para você aprender, pedir conselhos e trabalhar junto. Por isso, eu aconselho você a ver o diretor de criação não como um chefe, que você deve apenas obedecer, mas sim como um mentor, com quem você pode aprender muito.

4 Gostei disso
0 Não gostei disso

Diretor de Arte e Designer com mais de 9 anos de experiência nas melhores agências de São Paulo (Havas Worldwide, AlmapBBDO e F/Nazca Saatchi & Saatchi) e na Publicis de Lisboa, em Portugal. Em 2016 fui vencedor do Prêmio Young Lions, sendo selecionado para representar Portugal no Festival de Cannes Lions, na França. Além de colaborar aqui no Universitário Publicitário, estou a frente do projeto Meu Caos Criativo.

Comentários