Clipes da Anitta: A Incrível Direção de Arte

capa_anitta

Os Clipes da Anitta têm sido destaque, e uma prova marcante foi “Vai Malandra” – nesse caso foi por assumir e ressaltar a cultura popular brasileira (assumindo a favela, o funk e, até, o bronzeamento de fita adesiva).

Agora, com o lançamento do clipe de “Medicina”, podemos notar também o investimento da artista, cada vez mais crescente, na direção de arte. E é isso que quero avaliar neste post, vamos a isso?

Analisando a Direção de Arte de “Medicina”

Simbologia

Os Clipes da Anitta, assim como o de outros artistas, buscam passar uma mensagem.

Acredito que a principal mensagem que o clipe quis passar é resumido por um refrão da música: “todo el mundo es igual” (todo mundo é igual). Por isso, ao decorrer do vídeo podemos ver pessoas, de diferentes etnias e culturas, dançando a mesma música e dançando partes em sincronia. 

Formas Geométricas

Clipes da Anitta

Logo na primeira cena, podemos ver a Anitta sobre formas geométricas, no centro delas rodeada de diversas cores.

Se buscarmos uma análise de significado, podemos pensar que o formato em quadrado/losango, aponta para os 4 cantos do mundo. E que, além disso, as cores também reforçam a mistura das diferenças nessa união, o que ressalta ainda mais a simbologia que citei antes.

Mas a verdade é que podemos ficar buscando correlações com vários significados ao longo do vídeo. O que eu quero é analisar a direção de arte.

Cores

Clipes da Anitta

As cores são muito bem usadas ao longo do clipe, que por vezes usa cores vivas para o amarelo e azul da Anitta e das crianças na rua de casas amarelas. Por outras, são cores sóbrias com uma cor de destaque, como é o caso dos índios com o verde sendo ressaltado ou as japonesas com o vermelho em suas roupas.

Clipes da Anitta

Equilíbrio

Clipes da Anitta

Ao longo do clipe o equilíbrio entre os elementos vai se mantendo quase que como uma dança. Quando os elementos da cena estão mais para a direita, a próxima cena equilibra colocando os elementos mais para a esquerda. Mostrando assim, esse “movimento harmônico”.

Também podemos ver algumas cenas com equilíbrio de elementos, onde há um elemento principal e um secundário para balancear. Um bom exemplo é essa cena da Anitta com a fumaça:

Clipes da Anitta

Outra forma de se criar um equilíbrio é a simetria, mas ela é tão bem usada ao longo do clipe, que merece um tópico próprio.

Simetria

Ao longo de várias cenas podemos ver a simetria sendo usada, sempre conectando a dança a ela, mostrando essa integração entre todos pela música e também a “perfeição” por trás disso.

Clipes da Anitta

Clipes da Anitta

Clipes da Anitta

Analisando a Direção de Arte de “Fica Tudo Bem”

Cores

Clipes da Anitta

Se tem algo visual que define esse clipe são as cores. Ao longo do vídeo somos levados por cenas com cores marcantes e que combinam entre si.

As cores usadas são cores sólidas, que consequentemente marcam e definem bem a mudança de cada cena.

Clipes da Anitta

Contraste entre as cores

Clipes da Anitta

As cores sólidas não são usadas por si só, mas também para criar contraste entre elas. Gerando uma harmonia visual muito agradável e destacando assim, os elementos das cenas.

Inversão entre cores frias e quentes

Uma cena que me chamou muito atenção é a inversão que usaram quando o Silva e a Anitta cantam a música.

Clipes da Anitta

Ele de camisa azul (cor fria) em um fundo vermelho (cor quente). E ela em um fundo esverdeado (cor fria) de vestido amarelo (cor quente).

Simetria

Clipes da Anitta

O clipe usa e abusa da simetria. Seja por apenas um elemento no centro da cena, pelo equilíbrio de elementos com um peso simétrico ou mesmo pelo uso das cenas dos dois juntos. Criando assim, dois blocos com pesos equivalentes.

Direção de Arte Minimalista

E essa direção de arte usada no clipe é uma direção de arte minimalista, bem comum em alguns ensaios fotográficos, e que gosto bastante. Nesse estilo também podemos ver o uso de elementos comuns para simbolizar outras coisas, como é o caso das bolinhas (de piscina) simbolizando a água.

Clipes da Anitta

Analisando a Direção de Arte de “Bang”

O cuidado com a direção de arte nos Clipes da Anitta, certamente, não são de agora. Uma ótima prova disso é o clipe “Bang”.

Contraste (Preto e Branco)

Clipes da Anitta

O vídeo usa e abusa do contraste gerado pelas cores preto e branco. As cenas filmadas são em preto e branco, e as cores estão presentes apenas nos elementos gráficos adicionados com uma leveza de desenho animado.

Formas e Silhuetas

Clipes da Anitta

O clipe tem um estilo bem gráfico, e devido a isso usa bem formas e silhuetas.

Clipes da Anitta

Cores primárias

Clipes da Anitta

O vídeo preto e branco recebe intervenção de elementos gráficos por todo o clipe. E na primeira metade, são usadas apenas as cores primárias: azul, amarelo e vermelho.

Elementos da cultura pop

Clipes da Anitta

Elementos também bastante presentes ao longo do clipe são as onomatopeias muito usadas em quadrinhos. E que marcam a Pop Art e a cultura pop.

Esse clipe tem uma personalidade própria, ele foi criado para se diferenciar dos demais. Eu consigo imaginar como um vídeo assim pode marcar programas de clipes como o DiskMTV e o TVZ (que nem sei se ainda existem hehe).

O que não podemos negar é que, independente de estilo musical, os Clipes da Anitta são realmente de encantar quando paramos para analisá-los.

Direção de Arte além da Publicidade

Antes de terminar essa análise, quero ressaltar algo…

Essa análise dos Clipes da Anitta foram apenas uma amostra do extenso mercado que existe para profissionais da área. A direção de arte vai além da publicidade! Também está nos clipes, cinema, tv, não apenas em mídias impressas ou digitais, mas em todos as “mídias” visuais.

Siga as nossas redes sociais e acompanhe os nossos trabalhos: Instagram e facebook.

6 Gostei disso
0 Não gostei disso

Diretor de Arte e Designer com mais de 9 anos de experiência nas melhores agências de São Paulo (Havas Worldwide, AlmapBBDO e F/Nazca Saatchi & Saatchi) e na Publicis de Lisboa, em Portugal. Em 2016 fui vencedor do Prêmio Young Lions, sendo selecionado para representar Portugal no Festival de Cannes Lions, na França. Além de colaborar aqui no Universitário Publicitário, estou a frente do projeto Meu Caos Criativo.

Comentários